Publicado em Ensino superior

A conversa com Sara Afonso

“Um dia entrei na academia de artes francesa os rapazes andavam com pelos pretos nus as raparigas também eram importantes ”

Sara foi uma personalidade fantástica começou como uma pintora conservadora dos bons costumes do Minho ia a festas, tradições populares, não perdia uma boa rixa, ia a feira do gado.Foi para academia francesa, uma de duas portuguesas, voltou e apaixounpu-se por Almada e acabou vítima de sua própria paixão.

Ou seja tanto nos reivindicamos tanto tentamos inovar e ser livres que acabamos por nos desiludir . 

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s